H

H
Igreja de Santo António, Lagos - Edifício de estilo barroco, com a nave decorada com azulejos e talha dourada, a igreja deve ter sido construída no reinado de D. João V.

16 de fevereiro de 2011

D. Maria II e os seus maridos - D. Miguel... só no papel

Tinha D. Maria 7 anos de idade quando a quiseram casar, em 1826, com o seu tio, D. Miguel, então exilado na Áustria. Este casamento serviria para resolver a situação política do país, conciliando (se é que conciliaria...) liberais e absolutistas.

D. Maria só teria conhecido o tio ainda no Brasil, era então bebé (D. Miguel partiu para Portugal em 26 de Abril de 1821, enquanto D. Maria, com 2 anos completados a 4 de Abril, ficava no Brasil).
A 29 de Outubro de 1826, em Viena (Áustria), realizou-se o casamento por procuração - foi registado por escrito.

Coincidência, já D. Maria I tinha casado com o seu tio, D. Pedro, irmão do rei D. José.
Como dissemos, D. Miguel estava obrigado a cumprir várias condições. Não as cumpriu, usurpou o trono de sua sobrinha, perdeu a guerra que travou contra o seu irmão e teve de sair do reino para o exílio.

Sem comentários:

Enviar um comentário