H

H
150 anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal (1867-2017)

17 de março de 2011

Fontes Pereira de Melo - Biografia

António Maria de Fontes Pereira de Melo nasceu em Lisboa, a 8 de Setembro de 1819, e morreu na mesma cidade, em 22 de Janeiro de 1887.

Foi um dos principais políticos portugueses da segunda metade do século XIX. Era filho de João de Fontes Pereira de Melo, governador de Cabo Verde por duas vezes. António Maria foi eleito deputado pelas ilhas de Cabo Verde, o início de uma brilhante carreira política.
Depois de um período de agitação política que marcou a primeira metade do século XIX, teve início, em 1851, uma nova etapa da monarquia constitucional portuguesa. Esse período foi chamado de Regeneração, pois os governos tentaram recuperar o atraso em que Portugal vivia relativamente a outros países da Europa, modernizando o governo e desenvolvendo as actividades económicas.

No primeiro governo da Regeneração foi criado o Ministério das Obras Públicas, do qual Fontes Pereira Melo se encarregou.
Com Fontes Pereira de Melo aumentou o número de estradas, construiu-se o primeiro troço dos caminhos-de-ferro, que ligava Lisboa ao Carregado, iniciou-se a construção de outras duas linhas (Vendas Novas e Sintra) e montou-se a primeira linha telegráfica.
Além dessas obras, iniciou a revolução dos transportes e das comunicações, inaugurando carreiras regulares de barcos a vapor, os serviços postais e as redes telefónicas.
A sua política de promoção das obras públicas ficou conhecida como o fontismo.

Tiago Nuno (6.º 6)

17 comentários:

  1. copy paste da wikipedia pahahah

    ResponderEliminar
  2. Obrigada!!! Ajudou-me imenso para um trabalho de Historia!! Mas parece-me que foi copiado da wikipédia!!!1

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que ajudou.
      Mas não deixa de ser verdade o que disseste a propósito de ser (quase) cópia da wikipedia.
      Pretendo que os meus alunos (do 2.º Ciclo) colaborem com trabalhos para o blog, aviso-os de que os trabalhos de pesquisa não são cópias de trabalhos já feitos por outros, mas... por ver vezes acontece e nem sempre consigo controlar isso.
      O facto de já outro visitante ter feito a mesma chamada de atenção, faz com que este post e os seus comentários me sirvam de exemplo nas aulas para o que não deve ser feito.
      Obrigado pelo comentário (incluindo a delicadeza da chamada de atenção).

      Eliminar
    2. obrigado gostei muito acho muito intresante e acho que o fontes pereira de melo e um grande homem

      Eliminar
  3. Ajudou-me mas deverias ter pesquisado e depois disso resumir por palavras tuas o que pesquisaste

    ResponderEliminar
  4. mesmo giro ja consegui fazer o meu trabalho de historia
    hey

    ResponderEliminar
  5. obrigada é muita fixe (adorei)

    ResponderEliminar
  6. Parece-me , mas todas sao copiadas da wikipédia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo(a), remeto-o(a) para o meu comentário de 1 de dezembro de 2012 (está aqui um bocadinho acima).

      Eliminar
    2. Pesso desculpa por estar a fazer eta pergunta, mas o Tiago é seu aluno? Se for está de parabéns!

      Eliminar
  7. António Maria de Fontes Pereira de Melo (Lisboa, 8 de setembro de 1819 — Lisboa, 22 de janeiro de 1887) foi um dos principais políticos portugueses da segunda metade do século XIX. Era filho de João de Fontes Pereira de Melo que foi governador de Cabo Verde por duas vezes. António Maria de Fontes Pereira de Melo nunca foi governador de Cabo Verde mas foi eleito deputado pelas ilhas, o que foi o primeiro passo para uma brilhante carreira política.

    Depois de um período de agitação política que marcou a primeira metade do século XIX, teve início em 1851 uma nova etapa da monarquia constitucional portuguesa. Esse período foi chamado Regeneração, pois os governos tentaram recuperar o atraso em que Portugal vivia em relação a outros países da Europa, através da modernização da administração e do desenvolvimento económico do país. No primeiro governo da Regeneração foi criado um novo ministério, o das Obras Públicas, do qual Fontes Pereira de Melo se encarregou.

    Fontes Pereira de Melo aumentou o número de estradas, construiu o primeiro troço dos caminhos-de-ferro, que ligava Lisboa ao Carregado, iniciou a construção de outros dois caminhos-de-ferro (Vendas Novas e Sintra) e montou a primeira linha telegráfica. Além dessas obras, iniciou a revolução dos transportes e das comunicações inaugurando carreiras regulares de barcos a vapor, os serviços postais e as redes telefónicas. A sua promoção das obras públicas ficou conhecida como o Fontismo.

    ResponderEliminar
  8. Boa noite...
    Perdoem a minha ignorância, será possível alguém postar a árvore genealógica seja ASCENDENTE OU DESCENDENTE de ANTÓNIO MARIA FONTES PEREIRA DE MELO... Sou HELMER WALDEMAR DE FONTES PEREIRA e não sei porque raio... sinto que tenho algum laço de consanguinidade...
    Bem haja a todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há empresas que se dedicam a fazer genealogias. O Exército estava a desenvolver um projecto de "Genealogia em Registos Militares" (GERMIL) a partir dos Livros Mestres existentes no Arquivo Histórico Militar. Como Fontes Pereira de Melo e os irmãos tiveram carreira militar, não sei se conseguirá chegar à informação que pretende.
      De Fontes Pereira de Melo, via wikipedia, é fácil conhecer o nome dos pais e da esposa. Ele só casou uma vez e ficou viúvo muito cedo. A única filha, Teresa Delfina, morreu ainda criança. FPM tinha vários irmãos (não sei quantos, mas sei que ele era o 3.º filho e terão nascido mais) e foi com uma irmã (também viúva) que passou a viver depois dele próprio enviuvar. Tinha vários sobrinhos, tendo dedicado mais atenção a um deles, António Fontes Pereira de Melo Ganhado, que viria a ocupar posições relativamente importantes (segundo M.ª Filomena Mónica, que escreveu uma biografia de FPM). E mais não sei...
      Penso que a nossa ignorância será perdoada!
      Boa sorte na pesquisa

      Eliminar