H

H
Planisfério de Cantino (1502) - É o primeiro mapa (que se saiba) que tem representadas as linhas do Equador, dos dois Trópicos e do Círculo Polar Ártico

24 de outubro de 2011

Palácio das Necessidades

Foi mandado construir por D. João V, junto à capela ou ermida de Nossa Senhora das Necessidades, santa da sua devoção. O palácio, no entanto, não foi habitado pelo rei, mas pelos seus irmãos, os infantes D. António e D. Manuel.

O edifício, que escapou aos danos provocados na cidade de Lisboa pelo Terramoto de 1755, serviu inicialmente como residência de visitantes ilustres em passagem por Lisboa.
O palácio sofreu obras de vulto por iniciativa de D. Pedro IV e de D. Pedro V e foi residência real de quase todos os últimos reis de Portugal: D. Maria II, D. Pedro V, D. Carlos I e D. Manuel II.
Atualmente, no Palácio das Necessidades funciona o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Sem comentários:

Enviar um comentário