H

H
A imagem faz parte de um livro publicado no ano de 1647, por J. Blaeu (um importante cartógrafo holandês), em que está desenhado um conjunto de mapas do nordeste brasileiro, então ocupado pelos holandeses, decorados com cenas da vida quotidiana. A cena que apresentamos representa uma fazenda brasileira produtora de açúcar, na zona de Pernambuco.

19 de novembro de 2016

Museu do Ouro de Sabará (Minas Gerais)

No final do século XVII, o açúcar brasileiro começou a ter a forte concorrência do açúcar produzido nas colónias holandesas.
Pela mesma época, com as expedições dos chamados "bandeirantes" começaram a ser encontradas minas de ouro no interior do território brasileiro - Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás.

Essa descoberta provocou a "corrida ao ouro" - todos queriam partir para as regiões auríferas, com o sonho de enriquecerem - o que não aconteceu com muitos!
Mas o ouro tornou-se, na primeira metade do século XVIII, a mais importante fonte de rendimento da coroa portuguesa.


No Brasil, numa das zonas onde o ouro foi mais explorado, foi criado o Museu do Ouro de Sabará (Minas Gerais). 

Este Museu disponibiliza um vídeo muito interessante em que se aborda essa exploração e a forma como os reis de Portugal, sobretudo D. João V, a procuraram controlar, com o objetivo de cobrar o imposto - o quinto - sobre o ouro extraído.


Sem comentários:

Enviar um comentário