H

H
Lisboa antes do terramoto de 1755 - gravura

29 de outubro de 2017

Bandeiras e bandeirantes (1)

Sonhando com riquezas escondidas, grupos de exploradores partiam da cidades do litoral brasileiro para desbravar o interior desconhecido, à procura de minérios (sobretudo, ouro), pedras preciosas, novas terras e escravos (pela captura de índios ou pela recaptura de escravos fugidos).



As expedições podiam ser realizadas a mando do governador-geral ou por iniciativa de fazendeiros ou comerciantes, que esperavam obter lucros com os resultados alcançados.



Estas expedições ficaram conhecidas pelo nome de bandeiras. Seguiam, normalmente, curso dos rios ou os trilhos dos índios, que serviam de guias.



O nome de “bandeiras”, dado às expedições, será devido ao facto de, na condução das expedições haver uma bandeira com as insígnias representativas do chefe da expedição.
Bandeirante era o nome dado a quem seguia nesses grupos organizados de exploração do território.



1 comentário:

  1. Sao homens que tanto fizeram, eles, acompanhantes e escravos, muitos perderam a vida, mas marcaram as fronteiras desse tao grande país, e estão quase esquecidos !

    ResponderEliminar