H

H
150 anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal (1867-2017)

23 de abril de 2017

Mosteiro de Alcobaça - o papel cultural

S. Bernardo

«O equilíbrio conseguido, na mensagem cisterciense, entre a vida de oração, o trabalho físico e a leitura constituiu uma das razões do seu êxito. Ao propugnar por um retorno ao “deserto”, Cister distanciava-se do mundo e procurava espaços ermos e desabitados para a sua instalação. Este desejo foi ao encontro das necessidades de povoamento e de ocupação territorial por parte dos reinos peninsulares. Daí a fundação de mosteiros em regiões ermas, recentemente conquistadas e de povoamento reduzido. A fundação da principal casa cisterciense em Portugal, Alcobaça, é um exemplo desse esforço.»
Hermínia Vasconcelos Vilar, História Religiosa de Portugal (vol. I)


Há uma relação direta entre a prosperidade económica e a ação cultural dos monges de Alcobaça, que possuíam uma rica livraria, com muitos livros produzidos no scriptorium de Alcobaça.




Alcobaça tornou-se um dos maiores centros de cultura monástica medieval, desenvolvendo uma importante ação educativa, e assumindo, também, um grande papel assistencial.

«(…) Cister foi uma das mais destacadas instituições religiosas da história nacional, moldando mentalidades, animando cultural e educacionalmente, arroteando terras, explorando, produzindo, como pioneiros de povoamento, entre outras realizações.»
Vítor Gomes Teixeira, Os Cistercienses e a sua rede de mosteiros

in O Esplendor da Austeridade

Dos primeiros mosteiros cistercienses (anteriormente beneditinos, de obediência a Cluny)...

Mosteiro de S. Cristóvão de Lafões (atualmente unidade hoteleira).
Terá sido o primeiro, em Portugal, a adotar a regra de Cister
S. João de Tarouca
Mosteiro de Santa Maria de Salzedas


Sem comentários:

Enviar um comentário