H

H
A imagem faz parte de um livro publicado no ano de 1647, por J. Blaeu (um importante cartógrafo holandês), em que está desenhado um conjunto de mapas do nordeste brasileiro, então ocupado pelos holandeses, decorados com cenas da vida quotidiana. A cena que apresentamos representa uma fazenda brasileira produtora de açúcar, na zona de Pernambuco.

24 de outubro de 2013

A Fossa das Marianas

Primeiro texto produzido por um aluno, este ano letivo.

A Fossa das Marianas é o local mais profundo dos oceanos, atingindo uma profundidade de 11.034 metros. Localiza-se no Oceano Pacífico, a leste das Ilhas Marianas.
A fossa é muito profunda porque se encontra numa zona de fronteira das placas tectónicas do Pacífico e das Filipinas.    

Localização da Fossa das Marianas no Oceano Pacífico
           
ponto mais profundo da fossa foi sondado pelos navios Challenger (1875) e Challenger II (1951), da Marinha Real Britânica. O local foi baptizado, então, de Challenger Deep.
Em 1960, um batiscafo (submarino pequeno para grandes profundidades) da Marinha dos Estados Unidos atingiu a Depressão Challenger a 23/1/1960. Não houve hipóteses de tirar fotografias por causa das janelas serem tão pequenas, do tamanho duma moeda, para o batiscafo resistir à pressão.



A 1985 o oceanógrafo Robert Ballard, utilizou um ROV e o seu mini submarino Alvin para fazer mais uma descoberta histórica em conjunto com o pesquisador Dedley Foster, em que provaram que há um incalculável número de espécimes vivos altamente desenvolvidos e adaptados à colossal pressão encontrada nestas profundidades. 


Texto de Miguel Mesmoudi (5.º B)


Sem comentários:

Enviar um comentário