H

H
A Adoração dos Pastores - Pintura atribuída a Bento Coelho da Silveira (Lisboa, 1617(?) - 1708), um dos mais conceituados pintores portugueses da sua época. Foi nomeado pintor régio por D. Pedro II, em 1678.

28 de janeiro de 2016

6.º F - Os tripulantes das naus da Carreira da Índia

Carreira da Índia foi o nome dado à ligação marítima regular entre Lisboa e os portos da Índia, após a viagem de Vasco da Gama (1497-1499).

Esta ligação - a maior e mais prolongada rota de navegação à vela - durou até cerca de 1800.
Desde a viagem de Vasco da Gama (1497-1499) até 1595 (data da primeira viagem feita por holandeses) - quase 100 anos! -, essa ligação era exclusiva dos portugueses.

Quem eram os tripulantes dessas naus?
Deixo a ligação a um texto produzido há uns anos, no âmbito de um projeto intitulado Acordar História Adormecida.
A informação diz respeito às naus da Carreira da Índia na primeira metade do século XVI (a tripulação na viagem de Vasco da Gama seria menor).

Marinheiros e outras pessoas a bordo - pág. 1

Marinheiros e outras pessoas a bordo - pág. 2

Marinheiros e outras pessoas a bordo - pág. 3



Outra fonte indica que a guarnição tradicional de uma nau seria de 120 a 170 tripulantes:

  • capitão
  • escrivão
  • 2 pilotos
  • mestre de manobra das velas
  • contramestre, guardião
  • carpinteiro, calafate e tanoeiro (reparam o barco)
  • barbeiro (que servia de cirurgião)
  • meirinho
  • cozinheiro, dispenseiro
  • soldados e bombardeiros
  • marinheiros
  • grumetes
  • capelão (e outros religiosos)


Sem comentários:

Enviar um comentário