H

H
A imagem faz parte de um livro publicado no ano de 1647, por J. Blaeu (um importante cartógrafo holandês), em que está desenhado um conjunto de mapas do nordeste brasileiro, então ocupado pelos holandeses, decorados com cenas da vida quotidiana. A cena que apresentamos representa uma fazenda brasileira produtora de açúcar, na zona de Pernambuco.

9 de dezembro de 2012

Os povos mediterrânicos

Povos mediterrânicos que estabeleceram contactos comerciais com a Pen. Ibérica

A propósito dos povos mediterrânicos que contactaram com os povos da Península Ibérica e que com eles comerciaram, o Pedro (5.º 8) escreveu um texto sobre os fenícios.
É esse texto que apresento aqui.

«Os Fenícios são um povo proveniente do Golfo Pérsico, que se estabeleceu entre o litoral mediterrânico e os montes do Líbano, em meados do século XXIV a.C.
Hábeis navegadores, chegaram à Península Ibérica há cerca de 3000 anos e expandiram-se em direção à Europa e ao norte África, onde fundaram várias colónias, que serviam de entrepostos de comércio.

As navegações fenícias tinham objetivos comerciais: a procura e a compra de minérios e escravos para revenda em todo o mundo conhecido onde pudessem chegar os mercadores fenícios.
O comércio marítimo dominava a sua economia: negociavam madeira, potes de cerâmica, armas de ferro e bronze, vasos de vidros, jóias e um corante vermelhos usados para tingir tecidos chamado púrpura. Esse corante era tão valioso e caro que apenas os reis e os nobres podiam obtê-lo.»
(só falta a indicação das fontes de informação)

Sem comentários:

Enviar um comentário