H

H
A imagem faz parte de um livro publicado no ano de 1647, por J. Blaeu (um importante cartógrafo holandês), em que está desenhado um conjunto de mapas do nordeste brasileiro, então ocupado pelos holandeses, decorados com cenas da vida quotidiana. A cena que apresentamos representa uma fazenda brasileira produtora de açúcar, na zona de Pernambuco.

9 de dezembro de 2012

As atividades económicas no período romano

Os romanos desenvolveram as atividades económicas.

Na agricultura, cultivavam o trigo, a vinha (para a produção do vinho) e a oliveira (para a produção do azeite).



Colher o trigo, já com a ajuda de uma máquina

Apanha da azeitona
Lagar de azeite - a produzir azeite,
enchendo de imediato as ânforas
para o seu transporte

Lagar de vinho
Exploraram pedreiras e minas.

 

 



Surgiram muitas olarias, onde se fabricavam materiais de construção, objetos de uso quotidiano, como a loiça doméstica, e, as ânforas, para o transporte de azeite, vinho, conservas de peixe, frutos secos, etc.
 

 
Em Portugal, em locais do litoral, foi muito importante a indústria da salga de peixe, feita em tanques de que nos chegaram muitos vestígios.
 
Tanques de salga de peixe
Com a maior produção, o comércio recebeu um grande incremento.
 

 
Os produtos circulavam Império Romano, sendo o mar Mediterrâneo a grande via de comunicação entre as várias províncias do Império.
 

6 comentários: