H

H
Palácio de Queluz - Escadaria Robillion ou dos Leões

28 de maio de 2011

28 de Maio de 1926

Chefes militares envolvidos no 28 de Maio de 1926
Na madrugada do dia 28 de Maio de 1926, o General Gomes da Costa, chefiando a Junta de Salvação Pública, proclamou, a partir de Braga, que «[A Nação] Quer um Governo forte que tenha por missão salvar a Pátria, que concentre em si todos os poderes para, na hora própria, os restituir a uma verdadeira representação nacional (...)».
O plano militar era, saindo de Braga, conquistar o Porto e, com forças militares que saíssem de outras cidades (Santarém, Mafra, Évora...), marchar sobre Lisboa. A Marinha também aderiu. Entretanto, várias forças militares foram aderindo em todo o país, incluindo Porto, Coimbra e Lisboa.
Na noite de 29 para 30 de Maio, o governo de António Maria da Silva demitiu-se.
Na madrugada de 30 de Maio, foi o Presidente da República, Bernardino Machado que se rendeu, convidando o comandante Mendes Cabeçadas a formar governo.
A 6 de Junho, finalmente, o General Gomes da Costa desfilou em Lisboa à frente das tropas.
O golpe militar vencera. Terminava, assim, a 1.ª República.




O General Gomes da Costa desfilando em Lisboa (Junho de 1926)


Sem comentários:

Enviar um comentário