H

H
150 anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal (1867-2017)

28 de maio de 2011

28 de Maio de 1926

Chefes militares envolvidos no 28 de Maio de 1926
Na madrugada do dia 28 de Maio de 1926, o General Gomes da Costa, chefiando a Junta de Salvação Pública, proclamou, a partir de Braga, que «[A Nação] Quer um Governo forte que tenha por missão salvar a Pátria, que concentre em si todos os poderes para, na hora própria, os restituir a uma verdadeira representação nacional (...)».
O plano militar era, saindo de Braga, conquistar o Porto e, com forças militares que saíssem de outras cidades (Santarém, Mafra, Évora...), marchar sobre Lisboa. A Marinha também aderiu. Entretanto, várias forças militares foram aderindo em todo o país, incluindo Porto, Coimbra e Lisboa.
Na noite de 29 para 30 de Maio, o governo de António Maria da Silva demitiu-se.
Na madrugada de 30 de Maio, foi o Presidente da República, Bernardino Machado que se rendeu, convidando o comandante Mendes Cabeçadas a formar governo.
A 6 de Junho, finalmente, o General Gomes da Costa desfilou em Lisboa à frente das tropas.
O golpe militar vencera. Terminava, assim, a 1.ª República.




O General Gomes da Costa desfilando em Lisboa (Junho de 1926)


Sem comentários:

Enviar um comentário