H

H
A imagem faz parte de um livro publicado no ano de 1647, por J. Blaeu (um importante cartógrafo holandês), em que está desenhado um conjunto de mapas do nordeste brasileiro, então ocupado pelos holandeses, decorados com cenas da vida quotidiana. A cena que apresentamos representa uma fazenda brasileira produtora de açúcar, na zona de Pernambuco.

22 de abril de 2010

25 de Abril - no teatro e na escola

O teatro era a História de uma Revolução.
Tratou-se mais da história do período da ditadura (1926 a 1974) do que da história do 25 de Abril em si.

Na escola, como alguns alunos do 6.º 8 puderam ver, foi hoje montada uma pequena exposição sobre o 25 de Abril de 1974, no Centro de Recursos/Biblioteca.

Tudo a propósito da data que se comemora este Domingo.


Prof.

21 de abril de 2010

O silêncio dos últimos dias

Voltei.
Há vários dias que o blogue estava parado.
Queria ter falado da visita de estudo - ida ao teatro - e ter actualizado algumas informações sobre os trabalhos de grupo, mas...
Um problema de vírus e uma avaria deixaram-me sem computador e os da escola, como vocês sabem, por experiência pessoal dolorosa, têm acesso muito irregular à Internet. São choques tecnológicos!

Prof.

13 de abril de 2010

A educação integral

À atenção dos grupos que trabalham o tema do ensino na 1.ª República.

Hoje, no site do Centenário da República - http://www.centenariorepublica.pt/ - foi recordado um texto do jornal Século, de 13 de Abril de... 1910.
Nesse texto, Maria Veleda, uma republicana, defendia o princípio da educação integral e explicava o que se entendia por educação integrala educação integral abrange (…) o indivíduo, dirige-lhe as suas faculdades físicas, morais e intelectuais – isto é, aplica-se ao corpo para fortificá-lo, à consciência para esclarecê-la e à inteligência para evocar (…).

Prof.

9 de abril de 2010

A batalha de La Lys

Em Março de 1916, a Alemanha declarou guerra a Portugal e o nosso país entrou formalmente na I Guerra Mundial.
Em Janeiro de 1917, partiram para França os primeiros soldados portugueses - a 1.ª Brigada do Corpo Expedicionário Português, comandada pelo Coronel Gomes da Costa.

Embarque do Corpo Expedicionário Português (1917)

Depois da participação em vários confrontos, os militares portugueses estavam esgotados. Não houve a sua rendição, como estava prevista, e no dia 9 de Abril de 1918 as forças portuguesas que se encontravam na frente de guerra, nas margens do rio Lys, foram impotentes perante a grande ofensiva das tropas alemãs. Calcula-se que tenham sido disparados 60 mil obuses de guerra e 70 mil obuses de granadas sobre as tropas portuguesas, durante três horas e meia.



A derrota foi pesada: muitos portugueses morreram ou ficaram feridos e outros foram feitos prisioneiros - 11 mil, no total, entre mortos, feridos e presos.

Hoje assinalam-se 92 anos da trágica Batalha de La Lys.

Prof.

8 de abril de 2010

Australopithecus sediba

Ainda antes de regressarmos à República...
Li há pouco, em http://www.publico.pt/Ciências/descoberto-novo-australopiteco-mais-parecido-connosco-do-que-os-outros_1431374 , que foi descoberto um novo australopiteco, mais parecido com o Homem do que os outros até agora descobertos - o Australopithecus Sediba.


Já não está com muito bom aspecto, mas será um achado arquológico bem importante.

Prof.

Minerva / Atena

A Atena grega (Minerva romana), era a filha predilecta de Zeus (só de Zeus, tendo brotado, já adulta, da sua cabeça).
Era, fundamentalmente, a Deusa da Cidade (Atenas), a protectora da vida civilizada, das actividades artesanais e da agricultura. O templo do Pártenon foi-lhe dedicado.
Apesar das qualidades que lhe são atribuídas, não devia ter muito bom feitio (há a história de um desafio que lançou a Aracne...), mas naquela altura quem o teria? 
Na poesia encarna a sabedoria, a razão e a pureza. Por isso, a ave e a árvore que lhe eram consagradas: a coruja e a oliveira.
Juntar Sofia à Minerva já é sabedoria a mais! É muita ciência!


 
Esta é uma história de deuses e de sabedoria, a propósito de uma seguidora. A República segue dentro de momentos.

Prof.

7 de abril de 2010

Dia Nacional dos Moinhos

Comemora-se hoje o Dia Nacional dos Moinhos e, por essa razão, no próximo fim-de-semana, muitos estarão abertos a visitas públicas, chamando a atenção para o valor patrimonial dos moinhos tradicionais.
Lembro que se localiza no nosso concelho e está aberto ao público o Moinho de Maré de Corroios, mandado construir por D. Nuno Álvares Pereira, em 1403.

O moinho é um dos núcleos do Ecomuseu Municipal do Seixal e nele têm lugar iniciativas do Dia dos Moinhos Abertos de Portugal.
Mais informações sobre essas iniciativas em http://www2.cm-seixal.pt/pls/decomuseu/ecom_hpage

Prof.

2 de abril de 2010

Constituição de 1976 - Selo e carimbo comemorativos

Como muitas vezes acontece em relação a importantes acontecimentos e personalidades, os correios emitiram um selo e um carimbo alusivos à Constituição de 1976.


O valor do selo era de... 3 escudos.

Prof.

Constituição de 1976 - Aniversário

Faz hoje 34 anos que foi aprovada a actual Constituição da República.



A Constituição foi elaborada pela Assembleia Constituinte eleita em 25 de Abril de 1975 (as primeiras eleições realizadas após o 25 de Abril de 1974, exactamente um ano depois dos extraordinários episódios que vamos ter oportunidade de rever no teatro, dia 19 de Abril).


Fila para votar nas eleições para a Ass. Constituinte (1975) e Assembleia Constituinte
Prof.