H

H
Monumento a D. Nuno Álvares Pereira - Campo de S. Jorge (Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota, baixo-relevo de Raul Xavier, 1959)

28 de julho de 2014

I Guerra Mundial - a declaração de guerra

Há 100 anos.
Um mês depois do atentado contra o herdeiro do trono austríaco, apesar de não haver provas da implicação do governo da Sérvia nesse atentado, o Império Austro-Húngaro responsabilizou este país, fez uma série de exigências, apoiada pela Alemanha, e acabaria por declarar guerra à Sérvia, a 28 de Julho de 1914.
Belgrado, a capital da Sérvia, seria bombardeada logo no dia seguinte.

A Rússia defenderia a Sérvia, a Alemanha apoiaria o Império Austro-Húngaro, a França era aliada da Rússia, a Inglaterra declarou guerra à Alemanha depois desta ter violado as fronteiras da Bélgica para invadir a França e...

Portugal entraria na Guerra em 1917. A Alemanha, que já atacava as fronteiras de Angola e Moçambique (colónias de Portugal), declarou guerra ao nosso país em 9 de março de 1916, depois de termos aprisionado os barcos alemães atracados em portos portugueses, a pedido dos ingleses.
A I Guerra Mundial terminou em Novembro de 1918, embora alguns conflitos locais se tivessem prolongado por mais alguns anos.