H

H
Planisfério de Cantino (1502) - É o primeiro mapa (que se saiba) que tem representadas as linhas do Equador, dos dois Trópicos e do Círculo Polar Ártico

31 de janeiro de 2010

31 de Janeiro de 1891

Faz hoje 119 anos que ocorreu, na cidade do Porto, a primeira revolta republicana em Portugal. Como sabem, essa tentativa falhou

Ontem foi feita uma reconstituição de acontecimentos passados nesse dia. A fotografia que se segue foi tirada durante essa reconstituição histórica. 


No endereço http://aeiou.visao.pt/comemoracoes-arrancaram-com-evocacao-da-revolta-do-porto=f546273 podem ver um conjunto de 17 imagens do acontecimento.
Ao fazer uma pesquisa no YouTube por "31 de Janeiro", encontrei um vídeo interessante:

Prof.

30 de janeiro de 2010

Trabalhos de Grupo - Pesquisas na Internet

Respondendo a vários anseios...

Podem fazer pesquisas na net sobre os temas dos vossos trabalhos, mas... devem obedecer às seguintes regras:
Se fizerem cópia dos textos que descobrirem na net, ao colarem esses textos nos ficheiros word, copiem também os endereços dos sites de onde tirarem os textos. Esses endereços irão surgir mais tarde nas bibliografias dos trabalhos.
Os textos copiados servirão, por agora, para leitura. Só para leitura. E não pensem que textos copiados são trabalho feito!
Quando chegar a fase de trabalharem as informações dos textos, não aceitarei que trabalhem sobre textos que não sabem de onde foram retirados.

Compreendido?

Prof.

29 de janeiro de 2010

Ficha de Avaliação - Fevereiro

Intercalo aqui a primeira informação sobre a próxima ficha de avaliação, a realizar em Fevereiro - dia 8 (2.ª feira) para o 6.º 8 e dia 9 (3.ª feira) para o 6.º 6.

Confirmo os conteúdos já divulgados nas últimas aulas de HGP:
Unidade 2, capítulo 3 - A Guerra Civil entre liberais e absolutistas (1832-1834);
Unidade 3, capítulo 1 - Mudanças nos transportes, nas comunicações e no ensino;
Unidade 3, capítulo 2 - A mudança no campo (apenas as páginas 84, 85 e 86).

Muito brevemente haverá mais informações.

Prof.

Hipótese de mais leituras

Esta é uma resposta à Sofia (6.º 8), mas serve para todos.

Tenho dito para irmos devagar, passo a passo, para seguirmos os métodos que considero mais correctos e para que eu possa acompanhar e avaliar melhor o vosso trabalho - todo o processo e não só o produto final.

Compreendo a vontade de avançar mais rápido por parte de alguns alunos. Mas, então, façam o seguinte (como também já disse nas aulas):
Podem procurar mais livros que tenham em casa ou que encontrem em bibliotecas (a da escola é pobre quanto a este tema - há mais obras, mas não são de fácil leitura para o vosso nível etário). Mas leiam, só!
Podem fotocopiar as páginas que interessem.
Tomem sempre nota dos títulos, dos autores e das editoras dos livros - é necessário para a bibliografia a apresentar.

Podem, também, procurar informações na internet (como vocês gostam tanto).
Sobre pesquisa na net escreverei uma nova mensagem, para evitar mensagens muito grandes.

Prof.

"Liberais e absolutistas" ou "República"? Resposta a uma dúvida

Ai a cabeça destes miúdos!
Eu não publico um comentário que me chegou hoje, para não deixar mal vistos uma menina e um menino!

Então os trabalhos não são sobre a República (desde o Ultimato - 1890 - ao 28 de Maio de 1926)? - vejam as mensagens iniciais deste blogue (mensagens antigas).
Para que serviu a apresentação que fiz do tema, na sala de aula, para os grupos seleccionarem os subtemas?
Não expliquei, na aula, que o tema tinha a ver com a comemoração do Centenário da República (1910 - 2010)? - vejam o texto inicial do blogue.
Não disse, na aula, que uma das razões para os grupos começarem o trabalho com a leitura dos textos do manual e com a possibilidade de pôrem as dúvidas por escrito, era o facto de estarem a trabalhar um tema que ainda não tínhamos tratado nas aulas? As páginas do manual que deviam ler não eram já da 2.ª parte (que ainda não usámos na aula)?
Como é que o tema do vosso trabalho de grupo pode estar relacionado com as disputas entre absolutistas e liberais, que já abordámos há algum tempo?
Onde pára a vossa cabeça? Usem-na para pensar!!!

Compreenderam a vergonha que iam passar se eu colocasse aqui o comentário? É preferível manterem-se anónimos!


Caso haja encarregados de educação que queiram colocar alguma questão, como já aconteceu, preferia que utilizassem o meu endereço de mail - carloscarrasco@ave-paulo-gama.net
Obrigado.
Prof.

26 de janeiro de 2010

TPC - Trabalhos do Atlas/Friso Cronológico

Entre ontem (6.º 8) e hoje (6.º 6), deviam ter sido entregues para avaliação os Atlas/Frisos com um conjunto de actividades realizadas.
O prazo foi marcado com 15 dias de antecedência, mas as actividades até já deviam estar feitas.
Só no dia da entrega alguns alunos apresentaram dúvidas!
Na turma do 6.º 6 mais de metade da turma não trouxe o Atlas/Frisos! No 6.º 8 ficaram 6 Atlas em falta.
Demasiado desinteresse, demasiado desleixo, demasiada preguiça!
Deixa andar! (pensarão esses alunos que não entregaram os trabalhos). O prof. que trabalhe e que faça o milagre de passar os meninos!

Estou satisfeitíssimo, como podem calcular.
Prof.

25 de janeiro de 2010

Trabalhos de Grupo - Nova fase

Até agora:
1 - Escolheram os grupos
2 - Seleccionaram e escolheram os temas
3 - Leram (deviam ter lido!) as páginas do manual, que indiquei nas aulas.
4 - Colocaram as dúvidas, por escrito, sobre o que leram.

Agora (e até ao fim do mês de Janeiro) vão fazer a pesquisa bibliográfica... orientada.
5 - Consultar as obras abaixo indicadas para registar as páginas que têm informações directamente relacionadas com os vossos trabalhos.












                                                                                [a capa não está completa]

Estas duas obras existem no Centro de Recursos Educativos.
De Mataram o rei! já falei numa das mensagens iniciais - ver "A República - Trabalho de Grupo: uma (possível) segunda leitura", podendo procurar a partir da etiqueta "livros".
O Diário da História de Portugal, vol. 3, encontra-se na estante de História.

Consultem os índices, passem/observem as páginas relativas à época e ao tema que estão a estudar e registem os números das páginas de cada um dos livros que tenham informação para o vosso trabalho.
Cada grupo deve entregar-me uma folha com a indicação do número dessas páginas.

Atenção: Não quero, ainda, que tirem apontamentos ou que se ponham a escrever directamente a partir dos livros.
Irei avaliar esta pesquisa, isto é, se os alunos sabem encontrar num livro as informações necessárias para a realização de um trabalho de pesquisa.

Bom trabalho

Prof.

O blogue e a dúvida da Joana

Boa tarde, jovens

A propósito de uma dúvida da Joana (6.º 6) - ver comentário a "1.º comentário" - esclareço que tudo o que escrevo no blogue a propósito de História e dos vossos trabalhos pode-vos servir de (fonte de) informação. É exactamente para isso que o blogue é feito: para vocês se servirem. Só assim ele será útil.

Na sequência dos comentários já feitos, deixo-vos um pedido: não tenham medo de usar acentos nas palavras... quando esses acentos existem e devem ser escritos. Façam o mesmo com os sinais de pontuação.
Aqui, não estamos a escrever mensagens de telemóvel ou a trocar mensagens rápidas na net. Esta escrita é pública, vamos procurar ser "portuguesmente" correctos. De acordo?

Os alunos do 6.º 6 que não esqueçam os Atlas para amanhã.

Um abraço

Prof.

23 de janeiro de 2010

Comemorações do Centenário da República

Como é natural - 100 é um número muito redondinho - vão aumentando de intensidade as notícias e as actividades sobre as comemorações do centenário da República.

No jornal Público, de 5.ª feira, vinha esta notícia, que será mais interessante para a Kéuryy, porque está a trabalhar o tema:

Ficamos a saber que "está prevista uma reconstituição histórica da revolta de 31 de Janeiro de 1891, marcada para as 18h30 do dia 30, na Praça da Batalha, no Porto."
Pena que não possamos lá estar para ver como terá sido. As televisões também não devem transmitir - têm sempre umas pirosices mais importantes! - mas são capazes de passar algumas imagens e, daqui a uns dias, com sorte, somos capazes de ter umas imagens no YouTube.
Aguardemos.

Prof.

Comentários

Bom dia, jovens

Não sei se está fácil ou difícil o envio de comentários, mas lembrem-se que eles têm que aguardar a minha autorização para serem publicados.
Houve um outro comentário da Vitória que repetia a afirmação de dificuldade de envio. Não valia a pena publicá-lo.

Bom fim-de-semana


Prof.

22 de janeiro de 2010

Grupos de Trabalho - 6.º 8

Por lapso, nos Grupos de Trabalho do 6.º 8, faltava a referência ao grupo que irá trabalhar o Ultimato - João A., Micaela, Miriam e Sérgio.
Ainda bem que vos quis mostrar o funcionamento do blogue na aula de hoje. Deu para ver a falha e corrigir. Por esse motivo a identificação dos grupos teve uma pequena remodelação.
O pedido de desculpas ao grupo-fantasma, isto é, ao que eu tinha feito desaparecer.

Prof.

TPC - Atlas (dúvida do Gonçalo)

Olá, Gonçalo
Prazer em ver-te (ou será em ler-te?) por aqui.

Ainda bem que escreveste um comentário, pois deu para ver que os comentários estão em funcionamento. Aliás, consegui voltar a ver o da Vitória.

Os mapas do Atlas (actividades 1, 2 e 3) são para pintar, sim.
Satisfeito por saber que estás de volta do trabalho.

Abraço

Prof.

21 de janeiro de 2010

Trabalhos de Grupo - Meninos: por favor... NÃO COMECEM A ESCREVER

Eu sei que há alunos que gostam de fazer! E o fazer, para eles, é construir algo que se veja.
A Raquel e a Sofia (6.º 8) são duas dessas alunas, despachadas, mas... por favor, NÃO COMECEM A ESCREVER NADA!
Leiam o que vos vou indicando. Podem procurar mais informação, por iniciativa vossa, guardar o que achem interessante, mas... vamos com calma.
Interessa seguir um método de trabalho que não seja o Copy & Paste tão comum nos trabalhos que são apresentados.
Leiam e pensem. E, Raquel e Sofia, o vosso tema não é tão fácil que permita despachar o assunto em 15 dias. Temos tempo, não tenham pressa (e o grupo é de 5, se é que me faço entender!).




Pelo caminho, que ninguém se esqueça do trabalho do Atlas. É para a semana.

Prof.

1.º Comentário

Chegou!!!... O 1.º comentário (ver a mensagem "A República - Trabalho de Grupo (II) Turma 6.º 6").

Vitória! Vitória! - Gritou-se no 25 de Abril de 1974 e ter-se-á gritado no 5 de Outubro de 1910.



Aqui, quem gritou foi a Vitória.

E a imagem? Será do 5 de Outubro ou do 25 de Abril? Aceitam-se apostas.

Prof.

Comentários - problema ultrapassado

Na aula de hoje do 6.º 6, fiquei a saber que já vários alunos visitaram este blogue (bom sinal!).
A Vitória informou que havia problemas com o envio de comentários. Testei e, de facto, dava erro.
Andei "por dentro" do blogue e, neste momento, penso que o problema esteja resolvido.

Agradeço que os comentadores se identifiquem no final dos comentários, escrevendo o nome e turma (se forem do 6.º 6 ou 6.º 8).

Bons dias para todos.

Prof.

P.S. - Não se esqueçam de entregar os trabalhos do Atlas no início da próxima semana.

19 de janeiro de 2010

A República - Trabalho de Grupo: uma (possível) segunda leitura

Como conversámos na aula de ontem do 6.º 6 (com o 6.º 8 falarei na 5.ª ou 6.ª feira), no livro Mataram o rei!, de Ana M.ª Magalhães e Isabel Alçada, a maioria dos grupos encontra muitas informações sobre a República, na parte final do livro.

Primeiro, é contada mais uma aventura dos irmãos Ana e João, sempre na companhia de Orlando, o cientista do AIVET. Essa história ajuda a compreender o ambiente que se vivia na época (1907-1908), na cidade de Lisboa. 

Na página 165 encontra-se um índice dos aspectos históricos que são tratados nas páginas que se seguem. Os grupos devem consultar este índice e ler, pelo menos, as páginas que interessam directamente ao seu trabalho.




No Centro de Recursos Educativos existem 3 exemplares do livro, os quais podem ser requisitados para serem lidos em casa. Para que não deixe de haver um exemplar disponível no CRE e aí possa ser consultado, vou pedir para que um livro fique no balcão, junto das funcionárias.

Bom trabalho.

Prof.

18 de janeiro de 2010

A República - Trabalho de Grupo: Primeiras leituras

Definido o tema de cada grupo, como estamos quase a entrar no estudo da unidade sobre a 1.ª República, para que os alunos ficassem mais por dentro do tema que vão trabalhar, foi dada a indicação de quais as páginas do manual que deveriam ler.



As dúvidas que resultem dessa primeira leitura devem ser apresentadas por escrito ao professor.

Prof.

A República - Trabalho de Grupo (II) Turma 6.º 8

Turma 6.º 8
Grupos de Trabalho e Temas

A - Arsen / Madalena / Raquel / Ricardo / Sofia - O trabalho e movimentos sociais na 1.ª República
B - Beatriz / Cláudia / Rita - O Regicídio
C - Cátia / Filipa / Sónia / Tânia - O 5 de Outubro de 1910
D - Daniela - O ensino na 1.ª República
E - Emídio / Fábio / Gonçalo / Ivan / João Diogo - A participação de Portugal na I Guerra Mundial
F - João A. / Micaela / Miriam / Sérgio - O Ultimato inglês
G - Kéuryy - O 31 de Janeiro de 1891
H - Leandro - A família real e a sua fuga para o exílio

Prof.

A República - Trabalho de Grupo (II) Turma 6.º 6

Turma 6.º 6
Grupos de Trabalho e Temas

A - Adália - O Regicídio
B - Alexandre / Diogo / João E. / Ruben P. - O 5 de Outubro de 1910
C - Ana Soraia / Joana / Miguel / Verónica - A família real e a sua fuga para o exílio
D - Chris / Jocelino / Vander / Ruben M. - Portugal na 1.ª Guerra Mundial
E - Daniel / Josué / Ruben C. - O 28 de Maio de 1926
F - Edgar - O Ultimato
G - Francielly / Luena / Patrícia / Sofia - O trabalho e os movimentos sociais na I República
H - João Paulo / José Paulo - O Ultimato
I - Larissa / Raquel / Vitória - O ensino na 1.ª República

Prof.

A República - Trabalho de Grupo (I)

A metodologia seguida nas duas turmas foi igual:

I - Constituíram-se os grupos de trabalho.
Houve casos em que os alunos optaram por trabalhar sozinhos ou, como resultado de experiências anteriores, não tiveram colegas que com eles quisessem trabalhar.

Considero que é justo deixar os alunos responsáveis trabalharem com quem querem. Os que têm sido menos responsáveis que se apliquem. Depois terão oportunidade de integrar grupos de trabalho.

II - Foram sucintamente apresentados vários temas passíveis de serem trabalhados pelos alunos.
Os grupos escolheram, por ordem de preferência, 2 temas que gostariam de trabalhar. O professor, em função das preferências manfestadas, distribuiu os temas pelos grupos.

Prof.